Junta de Freguesia de Murtede Junta de Freguesia de Murtede

Avisos e Editais

Últimas Notícias

Iniciaram-se as obras do jardim em frente à Junta

Iniciaram-se as obras do jardim em frente à Junta


26-FEV-2024

Iniciaram-se os trabalhos para implementação do jardim e parque de lazer que irá ocupar o espaço em frente ao edifício-sede da Junta. Esta ampla intervenção irá criar novas dinâmicas e gerar um novo espaço de fruição pública na zona norte de Murtede, localidade onde tais espaços não abundam.Os trabalhos a realizar incluem sobrelevações e pavimentações, movimentações de terras, implementação de sistemas de rega e de drenagem de águas pluviais, sementeiras, plantação de árvores (maioritariamente autóctones), aplicação de equipamentos desportivos e infantis, beneficiação da linha de água, entre muitos outros aspetos. A gestão da obra é garantida pela Junta de Freguesia de Murtede e os seus custos ascendem a 146.858,80€ + IVA, suportados pela Câmara Municipal de Cantanhede, mediante subsídio para o efeito. Esta iniciativa inclui-se num programa mais vasto, que tem vindo a ser implementado pela Junta e que passa pela valorizações e requalificação ambiental de vários espaços em diferentes localidades da nossa Freguesia.

Restauração homenageada no Dia da Freguesia

Restauração homenageada no Dia da Freguesia


11-DEZ-2023

O Dia da Freguesia de Murtede foi celebrado no passado dia 8 de dezembro e, como habitualmente, as comemorações ficam marcadas pela sessão solene, momento mais formal, em que são proferidas as diversas as intervenções protocolares e realizadas homenagens. Anabela Pato, Presidente da Assembleia de Freguesia de Murtede, destacou “a cooperação entre as associações e as localidades da freguesia”, o que tem contribuído para esbater “bairrismos nefastos e bloqueadores da evolução e elevação” da freguesia. Num cenário de “instabilidade política e económica do país”, destacou a importância das autarquias locais “na deteção de situações de fragilidade social e na pronta atuação para as minimizar”, bem como “na reivindicação e promoção dos serviços e das obras necessárias às populações”. Dina Machado, representante do PS na Assembleia de Freguesia de Murtede, também destacou o papel do associativismo na dinamização da freguesia e, numa tónica comum às diversas intervenções, destacou “o papel económico e turístico que a gastronomia representa na freguesia, assente em dois reputados festivais e em categorizados restaurantes”. Fez também uma avaliação do executivo, referindo que “a Junta, globalmente, tem feito um bom trabalho”, mas enumerando e solicitando esclarecimento sobre “algumas obras, cujo andamento deve ser abordado.”Sérgio Maia, Presidente da Junta de Freguesia de Murtede, destacou “os serviços e atividades proporcionadas pela autarquia aos cidadãos”, tendo destacado algumas áreas, como as múltiplas formações realizadas, a grande procura do balcão BUPi ou os apoios aos jovens e às comunidades escolares. Em termos de obra, enunciou “alguns sinais positivos quanto ao alargamento da Zona Industrial de Murtede” e mereceram referência algumas obras em curso ou prestes a iniciar-se, nomeadamente a Requalificação da Igreja Matriz de Murtede, a ampliação do Cemitério de Murtede e a requalificação do espaço em frente à Junta, com execução de jardim e demais arranjos urbanísticos. Pela negativa, destacou “a falta de avanços para construção de um novo edifício da Escola Básica, aquela que no concelho funciona em instalações mais antigas” e “as conclusões do Estudo de Impacte Ambiental da Linha Ferroviária de Alta Velocidade Ferroviária, que apontam para um traçado que cortará a freguesia ao longo do eixo Norte-Sul, processo a que a Junta se opõe há cerca de 12 anos”.Helena Teodósio, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, deu os seus parabéns à Freguesia de Murtede pela realização deste dia comemorativo, que já assume um caráter fortemente identitário. Destacou ainda o papel reivindicativo das autarquias locais e, particularmente, dos órgãos e agentes da freguesia de Murtede, na defesa do que consideram ser os legítimos interesses do seu território e das suas populações. Quanto ao papel do Município que lidera, enumerou os apoios administrativos e financeiros concedidos a diversas das obras antes referidas e, nas questões mais complexas, explicou que “os processos de alteração do PDM para alargamento da Zona Industrial de Murtede e para construção da nova escola estão em curso, mas ainda pendentes de pareceres externos ou de reuniões com outras entidades”, tendo acrescentado que em breve espera “ter novos e boas notícias”.Seguiu-se o momento alto da tarde, com a entrega da Medalha de Mérito da Freguesia de Murtede, que em 2023 foi atribuída aos restaurantes “Júlia Duarte & Filhos” e “Cabana do Pastor”. Conforme descrito na nota justificativa, ambos os restaurantes são modelos de sucesso, que ao longo de décadas foram crescendo a partir de negócios familiares, que ainda hoje se mantêm. Espaços cosmopolitas, salas cheias, prémios conquistados e uma enorme reputação, são os fatores que fazem destes restaurantes espaços de referência no concelho, na região e no país. Em particular, para a Freguesia de Murtede, têm tido um enorme impacto social, económico e turístico, pelo emprego que geram, pela riqueza que criam e pela divulgação do território e da sua ímpar gastronomia.Perante os diversos representantes institucionais presentes e no cumprimento das deliberações unânimes da Junta e da Assembleia de Freguesia, as medalhas foram entregues pelo Presidente da Junta de Freguesia de Murtede, Sérgio Maia, acompanhado pela Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, Helena Teodósio. A medalha do Restaurante Júlia Duarte & Filhos, localizado em Murtede e que apresenta o leitão como “cabeça de cartaz” de uma diversificada ementa, foi entregue à família que há 50 anos explora o estabelecimento, na pessoa de Luís Pinto, um dos atuais gerentes e neto dos fundadores. A medalha do Restaurante Cabana do Pastor, localizado no Carvalho e reconhecido pelos negalhos e vários outros pratos de cozinha tradicional, foi entregue ao representante nomeado pela gerência, Sr. José Paiva.As celebrações já antes se tinham iniciado pela manhã com alguns apontamentos institucionais, a tradicional eucaristia e o almoço convívio aberto a toda a população da freguesia. O encerramento esteve a cargo da TMISCAC – Tuna Mista do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, que foi responsável por um agradável momento cultural, que envolveu o público e extravasou o palco, num clima de sã convivência entre todos.

Três dias de casa cheia no Festival do Sarrabulho

Três dias de casa cheia no Festival do Sarrabulho


28-NOV-2023

A VI Edição do Festival do Sarrabulho à Bairrada, evento organizado pelo Centro Desportivo e Cultural de Murtede (CDCM), traduziu-se em três dias de casa cheia, com muita animação, sabores de excelência e um enorme calor humano que fez esquecer as temperaturas outonais e “aqueceu o coração” dos muitos que contribuem para a realização deste certame.Com apoio institucional da Junta de Freguesia de Murtede e do Município de Cantanhede, o sucesso deste festival gastronómico assenta muito na relação cooperativa entre diversas forças vivas da localidade e da freguesia, nomeadamente da plena mobilização do tecido associativo, que colabora na divulgação, nos espaços de exposição, na animação e na própria organização do evento.  O CDCM também não fica indiferente a este espírito de entreajuda e ao desenvolvimento da própria localidade em que insere, razão pela qual o valor das sobremesas reverteu integralmente para as obras de requalificação em curso na Igreja Paroquial de Murtede.Não menos importante, este festival afirma e promove a gastronomia tradicional bairradina, em que a carne suína adquire especial relevo e o leitão assado está longe de ser o único representante. O mote do festival – o sarrabulho, prato icónico à base de carne e miúdos de porco, foi servido em três versões distintas: o sarrabulho tradicional, o sarrabulho de porco preto e o sarrabulho sem sangue. A complementar o programa, existiu ainda animação infantil, artesanato e um programa cultural oportuno, que contribuíram de uma forma muito efetiva para a atratividade e sucesso global do evento. As expectativas da organização foram largamente superadas e já se anseia pela edição de 2024!

Freguesia preocupada com traçado da Linha Ferroviária de Alta Velocidade

Freguesia preocupada com traçado da Linha Ferroviária de Alta Velocidade


22-NOV-2023

A Junta de Freguesia de Murtede manifesta diversas preocupações e reservas no âmbito da recente publicação do parecer da Comissão de Avaliação ao Estudo de Impacte Ambiental da "Linha Ferroviária de Alta Velocidade entre Porto e Lisboa” para o troço entre Soure e Aveiro (Oiã). Nem a queda do governo e a incerteza quanto ao futuro político do país serão suficientes para travar este projeto, uma vez que o governo se mantém em funções apesar de demissionário, tendo definido este projeto como prioritário, devido à pressão decorrente da eventual perda de fundos europeus do PRR.A Declaração de Impacto Ambiental (DIA) emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente é favorável condicionada e teve em conta a avaliação efetuada, os pareceres das entidades externas consultadas e as exposições recebidas no âmbito da consulta pública, considerando-se que os impactes negativos identificados “exigem um conjunto de medidas a introduzir no projeto de execução das alternativas selecionadas, bem como a definição de medidas de minimização/compensação concretas para as fases de construção e exploração, que reduzam a significância dos impactes identificados, para o projeto de execução que vier a ser desenvolvido”.O parecer favorável ao estudo prévio do projeto da Linha Ferroviária de Alta Velocidade é ainda condicionado a execução de determinadas alternativas, nos casos em que existiam múltiplas possibilidades e, para o Trecho Norte, determina-se que “seja implementada a Alternativa 1 (Eixo 4 + Ligação à Linha do Norte de Oiã)”, o eixo do traçado que atravessa longitudinalmente o concelho de Cantanhede e sua posterior ligação à Linha do Norte em Oiã, sem execução das variantes que foram estudadas a Anadia e Oliveira do Bairro.Com a DIA foi também publicado o Relatório da Consulta Pública, cuja documentação foi remetida aos Municípios e Freguesias afetadas,  tendo sido consideradas no âmbito do DIA as “áreas de afetação pelas diversas soluções de projeto que são mais contestadas, face aos impactes no território”. Na área territorial do concelho de Cantanhede, verifica-se que para além de diversos cidadãos que remeteram os seus contributos, a título particular, apenas três autarquias se manifestaram: C.M. Cantanhede, J.F Murtede e J.F. Ourentã. Desde 2010, que a Freguesia de Murtede vem contestando este processo e os seus efeitos negativos no território, realizando diversas iniciativas de esclarecimento junto da população e tomando diversas posições públicas, tanto mais que os traçados da época serviram de base ao presente estudo. Como consta do citado Relatório de Consulta Pública, a Junta de Freguesia de Murtede, em colaboração com a Assembleia de Freguesia, fez um levantamento exaustivo de dezenas questões, nomeadamente: aspetos que não foram tidos em conta e que alteram os custos, as consequências sociais e os impactos ambientais; falta de informação relativa a serventias, caminhos paralelos, viadutos e efeitos cumulativos; núcleos habitacionais e habitações isoladas que serão fortemente afetados; criação de uma enorme barreira física a oeste de Porto de Carros; enorme impacte visual no Carvalho e impactos em várias explorações agrícolas na envolvente a Murtede; constrangimentos ao crescimento urbano de Murtede; reduzidas vantagens face ao prejuízos causados; várias falhas nos restabelecimentos (são em reduzido número, zonas inacessíveis, alguns são estreitos e perigosos, falta reposição do ramal ferroviário da Figueira da Foz); aumento das perigosidade de incêndio e da dispersão de espécies invasoras; interferência com fontes e nascentes; destruição de elementos patrimoniais arqueológicos e construídos.A DIA obriga a diversas medidas de monitorização e compensação, tanto a nível ambiental, como para as famílias e comunidades afetadas. Ainda assim, a Junta de Freguesia de Murtede demonstra inquietação com estes desenvolvimentos e continuará a acompanhar este processo para garantir a informação e defesa dos interesses dos cidadãos, como aliás tem vindo a fazer em diversas matérias e, em particular, no que se refere a esta questão, de que são bom exemplo as sessões de esclarecimento realizadas sobre o tema e que terão continuidade, logo que haja informação disponível e que o justifique. Por outro lado, se o projeto se concretizar, a Junta não deixará de exigir outras contrapartidas efetivas e que sirvam os cidadãos, para além das que estão previstas na DIA, como por exemplo, a melhoria das acessibilidades e da oferta de transportes públicos, o que poderá passar pela efetiva concretização dos projetos previstos para o antigo ramal ferroviário da Figueira da Foz (ecopista e extensão do MetroBus).

Festival do Negalho foi sucesso

Festival do Negalho foi sucesso


25-OUT-2023

Sucesso. É desta forma que a Associação Cultural e Recreativa de Enxofães (ACRE) classifica a XIV edição do Festival do Negalho da Bairrada, que decorreu no passado fim-desemana na localidade da freguesia de Murtede (Cantanhede). Na base do sucesso, afirma a organização, a cargo da ACRE, esteve «a gastronomia e a cultura», uma vez que o evento contou com «uma enorme adesão, milhares de negalhos degustados e muitos espetáculos e demonstrações culturais».. Para a edição deste ano a organização tinha decidido inovar e esse atrevimento surtiu efeito, porque no balanço feito pelos visitantes «a atmosfera medieval vivida ajudou em muito o sucesso do evento». «Este ano decidimos fugir à rotina e em parceria com a associação Episódio recriámos um ambiente diferente», referiu, a propósito, Daniel Costa e em boa hora o fizeram porque, segundo o presidente da ACRE, «o evento excedeu todas as expectativas». O responsável tinha referido no lançamento do festival que esta seria a «grande novidade de 2023», tendo em conta que os moldes do evento decorreram como habitualmente, e assim aconteceu, uma vez que os visitantes «ficaram agradados com a introdução de algo diferente». Os 4.000 negalhos que estavam confecionados para os três de certame «chegaram para satisfazer os comensais» e qualidade do produto «também não fugiu à regra.. A Episódio agradeceu «a confiança depositada pelo convite para dinamizar a entrada deste evento gastronómico único, numa aldeia sempre em movimento do associativismo». Este é um eventos mais «emblemáticos e que melhor promove» a freguesia de Murtede, razão pela qual a Junta de Freguesia «acompanha-o de forma próxima a organização, apoiando e promovendo este Festival», adianta a autarquia. Recorda-se ainda que a Freguesia de Murtede é dos «melhores sítios para fruir a gastronomia», com «pratos diversificados, fortes, identitários e de enorme qualidade», pelo que em breve, assume a Junta de Freguesia, «será dinamizado Festival do Sarrabulho», desta vez em Murtede..Fonte: Diário de Coimbra

Junta melhorou caminhos vicinais

Junta melhorou caminhos vicinais


11-JUL-2023

A Junta de Freguesia de Murtede tem procedido nos últimos dias a uma ampla operação de beneficiação dos caminhos vicinais da freguesia, que permitiu melhorar dezenas de quilómetros de vias, distribuídos por diversas zonas da freguesia e que abrangeram a envolvente às diversas localidades. A Junta, responsável pela coordenação das operações, agradece o esforço e dedicação de todos, tanto mais que os trabalhos foram executados com recurso a maquinaria da equipa de colaboradores, da própria Junta, do Município de Cantanhede e equipamentos alugados. Dependo da tipologia de cada caminho, foi feita a abertura e nivelamento com recurso a bulldozer (caminhos de saibro e com maiores declives) ou retificação do piso com deposição de inertes (tout venant),  nivelamento e compactação (estradões e zonas argilosas), tendo-se ainda procedido a desmatamento em diversas áreas.Atendendo às dinâmicas locais, aos ciclos agrícolas e às competências da Junta em matéria de Proteção Civil, esta grande intervenção focou-se principalmente nas zonas vitivinícolas (já a pensar no final do Verão e na temporada de vindimas) e nos principais estradões florestais (acessibilidades primárias para uso pelos proprietários e eventual combate a incêndios florestais). Serão ainda realizadas intervenções mais pontuais em locais onde se justifique

Agenda de Eventos

Mensagem do Presidente

Sérgio Maia

Nos dias de hoje, uma forte presença digital é imprescindível para garantir uma rápida disseminação da informação institucional, para tornar determinados conteúdos acessíveis a qualquer pessoa e em qualquer parte do mundo, mas sobretudo, para aproximar a autarquia e os cidadãos.

Um dos lemas deste executivo é que que contamos com todos e trabalhamos para todos, unidos sob uma única bandeira: a da Freguesia de Murtede. Esta página, complementada pela presença nas redes sociais, torna-se assim num meio privilegiado para perseguir esse desígnio, facilitando o contacto por parte dos cidadãos e a divulgação do que mais importante se faz e acontece na freguesia.

Catástrofes naturais recentes e, sobretudo, a pandemia de Covid-19, evidenciaram de forma particularmente notória o quanto é importante para a resiliência das comunidades que estas se mantenham informadas e unidas, que funcionem em rede e que disponham de vários mecanismos informativos.

Consulte, contribua e divulgue! Um abraço amigo:

Sérgio Maia

© 2024 Junta de Freguesia de Murtede. Todos os direitos reservados | Termos e Condições | * Chamada para a rede fixa nacional.

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia